18 de junho. Dia da Imigração Japonesa. Vamos saber mais?

Dia da Imigração Japonesa

No dia 18 de junho celebramos o Dia da Imigração Japonesa no Brasil.

Essa foi a data em que o primeiro navio, Kasatu Maru, com imigrantes japoneses aportou no Brasil, em 1908.

O Brasil é a maior colônia japonesa do mundo, fora do Japão. Calcula-se que 2 milhões de japoneses e seus descendentes vivam no país e destes, 1,3 milhões estejam no estado de São Paulo.

São Paulo é o estado com o maior número de descendentes e com a influência oriental mais acentuada, mas também tem forte presença nos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul e Pará.

A imigração japonesa começou no início do século XX, como um acordo entre o governo japonês e o brasileiro, uma vez que o Japão vivia uma série crise econômica e o Brasil necessitava de mão de obra para a lavoura do café.

Os japoneses trouxeram uma imensa contribuição para o desenvolvimento do nosso país. Alguns destaques que já estão integrados à paisagem e a cultura brasileira.

Destaques de contribuições japonesas

1. CULTURA – Parques, Museus e Passeios

a. Bunkyo – Museu Histórico da Imigração Japonesa

O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil possui o maior e mais completo acervo relacionado à história da imigração japonesa no Brasil.

Possui um acervo de mais de 97.000 itens pertencentes aos imigrantes japoneses, tais como documentos diversos, fotos, jornais, microfilmes, livros, revistas, filmes, vídeos, discos LP, quadros de pinturas, utensílios domésticos e de trabalho, além dos quimonos, que registram a história desses imigrantes aqui no Brasil.

A biblioteca especializada, entre milhares de documentos e fotografias, reúne as edições completas de jornais nipo-brasileiros.

Idealizado pelos imigrantes pioneiros preocupados com a preservação e transmissão de sua história às gerações seguintes, o Museu foi inaugurado em 1978, após ampla campanha de arrecadação de recursos no Brasil e no Japão, e vem sendo administrado pelo Bunkyo.

Local: Rua São Joaquim, 381 – Liberdade 01508-900 – São Paulo – SP

Horário de atendimento: Exposição: de terça-feira a domingo, das 10h às 17h

b. Pavilhão Japonês

Construído conjuntamente pelo governo japonês e pela comunidade nipo-brasileira, o Pavilhão Japonês foi doado à cidade de São Paulo, em 1954, na comemoração do IV Centenário de sua fundação, mesmo período da inauguração do Parque do Ibirapuera.

O Pavilhão Japonês foi transportado desmontado, em navio, e reúne materiais trazidos especialmente do Japão, tais como as madeiras, pedras vulcânicas do jardim, lama de Kyoto que dá textura às paredes, entre outros.

Construído às margens do lago do Parque do Ibirapuera, é composto de um edifício principal suspenso, que se articula em um salão nobre e diversas salas anexas, salão de exposição, jardim, além de um belíssimo lago de carpas.

Local: Av. Pedro Álvares Cabral, s/no. – Parque do Ibirapuera – portão 10- Funcionamento: quinta-feira, sexta-feira, sábado, domingo e feriados. Horário: das 10h às 17h

c. Japan House

Criada pelo governo japonês, o projeto Japan House é um ponto de difusão de todos os elementos da genuína cultura japonesa para a comunidade internacional. Um lugar equilibrado, inovador e diferenciado, assim como o povo e a cultura japonesa.

São Paulo foi uma das três localidades escolhidas, juntamente com Londres, na Inglaterra, e Los Angeles, nos Estados Unidos, para receber a Japan House.

Você poderá apreciar diversas exposições, a culinária no Café Sabor Mirai sob o comando da empresária japonesa Kyoko Tsukamoto, o Café Sabor.

Mirai vai além da gastronomia e reforça preceitos japoneses como a expressão do espírito de Kodawari, sobre profissionalismo e cuidado pelos produtos e serviços oferecidos, e o Wa, que fala sobre a promoção de um ambiente equilibrado.

O local conta com a presença do Restaurante AIZOMÊ da chef Telma Shiraishi, acompanha a proposta da Japan House São Paulo de mostrar a contemporaneidade e a diversidade do Japão, incluindo a vertente gastronômica.

O menu, que reflete a cozinha delicada e autoral da chef, mescla preparações equilibradas em receitas quentes e frias.

Na Biblioteca publicações sobre Viagens, estilo de vida, arquitetura e muito mais, para você descobrir o Japão.

Local: Avenida Paulista, 52 – Bela Vista – São Paulo / SP – Tel.: +55 11 3090-8900

Horário de funcionamento: Terça-feira a sexta-feira | das 10h às 18h

Sábados | das 9h às 19h- Domingos e feriados | das 9h às 18h

d. Feirinha da Liberdade

A Feira de Arte, Artesanato e Cultura da Praça da Liberdade – nome oficial– é realizada desde 1975.

O evento foi criado com foco no artesanato de origem japonesa, mas depois evoluiu e se tornou um destino para quem ama as delícias da culinária oriental, em especial a do Japão.

Além das bancas de comida e artesanato, a Feira da Liberdade ainda conta com barracas de roupas, luminárias japonesas, bonsais, almofadas, bijuterias, peixes de aquário e diversos outros tipos de artigos orientais.

Todas elas com suas tradicionais cores em listrado branco e vermelho.Local: Rua dos Estudantes, na Praça da Liberdade.

A melhor forma de chegar à Feira da Liberdade é de metrô. O bairro da Liberdade é atendido por três estações da Linha 1 – Azul: Liberdade, São Joaquim e Vergueiro.

e. Cafés diferenciados: o novo charme da Liberdade

    1. Itigo Itie: Situado dentro do tradicional Nikkey Palace Hotel, na rua Galvão Bueno, o Itigo Itie – que significa momento único – tem ambiente inspirado nos melhores cafés orientais e proporciona uma pausa no dia a dia agitado do bairro.
    2. We Coffee: A cafeteria nasceu da vontade de compartilhar a cultura milenar de cafés e chás, unindo os sabores à uma arquitetura conceitual, futurista e minimalista que transforma a experiência em uma imersão gastronômica diferenciada.
    3. 89ºC Coffee Station: faz sucesso entre os visitantes da região. Seu cardápio se destaca por oferecer doces baseados na confeitaria japonesa moderna com influência europeia, como o bolo de melão. Assim como cafés como o Japanese Drip Coffee, coado com a técnica japonesa de extração do café especial.
    4. Coffee Selfie: A cafeteria localizada na rua Thomaz Gonzaga vem fazendo sucesso entre os visitantes da Liberdade por oferecer bebidas com uma selfie impressa na espuma. O O Coffee Selfie conta com café selecionado e comidinhas que completam a pausa para o café.
    5. Cafés com garçonetes “personagens de mangá”: Chest of Wonders- R. Galvão Bueno, 580, Liberdade. Reservas aos fins de semana – https://chestmaids.carrd.co/ DokiDoki – R. Galvão Bueno, 351, segundo andar, Liberdade, região central, @dokimaidcafe

2. GASTRONOMIA

A gastronomia japonesa já está totalmente integrada à rotina do brasileiro. Destacamos os Izakayas, um tipo de bar japonês que também serve alimentos para acompanhar as bebidas. São frequentados principalmente após o horário de trabalho, o famoso hh ou happy hour.

 a. Alguns Izakayas imperdíveis para conhecer em São Paulo

  1. Yoshi Izakaya Bar e Restaurante – Localizado na região sul de São Paulo, no bairro da Vila Sônia. O proprietário, Osvaldo Ishiro Yoshimura, criou um cardápio diferenciado de petiscos que conquistam todos, como o cupim assado, em cubos e temperado com missô e curry que combina muito com uma cerveja gelada ou um copinho de saquê – Rua Doutor Sílvio Dante Bertacchi,291 – Vila Sonia
  2. Izakaya Matsu – Os bons pratos de um verdadeiro boteco japonês passam pelo balcão do Izakaya MatsU – Av. Pedroso de Morais, 403 – Pinheiros
  3. Izakaya Issa – Está no coração da Liberdade, com um ambiente discreto é uma referência na culinária oriental. O bar é comandado pela senhora Margarida Haraguchi, esposa do chef Masanobu Haraguchi, e ideal para petiscar e bebericar. Um exemplo é o takoyaki, porção de bolinhos com gengibre e polvo – Rua Barão de Iguape, 89 – Liberdade –
  4. Hirá Ramen Izakaya – Trabalha com pratos diários, que se alteram, com o famoso ramen. Para o almoço, os clientes ainda podem escolher entre yakisoba, bowls e peixe grelhado – Rua Fradique Coutinho, 1240 – Vila Madalena

b. Alguns restaurantes japoneses especiais de São Paulo

  1. AizomêA Chef Telma Shiraishi recém nomeada embaixadora da gastronomia japonesa em SP pelo governo do Japão, já dá o diferencial da culinária do restaurante Aizomê, que também está presente no Japan House. Em seu cardápio ela faz um mix da culinária tradicional com algumas experiências deliciosas. – Alameda Fernão Cardim, 39 – Jardim Paulista. Site
  2.  NagayamaO restaurante aberto por Mario Nagayama mantém a mesma linha tradicional das antigas casas do bairro da Liberdade, com um ambiente aconchegante. É a 1ª casa do grupo que conta hoje com 5 Unidades. Desde a fundação tem como foco os sushis, mas também possui um extenso cardápio que conta com deliciosos pratos quentes. – Rua Bandeira Paulista, 369 – Itaim
  3. Jun SakamotoNo discreto sobrado do restaurante de Jun Sakamoto são atendidos apenas 8 clientes por vez no balcão. O preparo pode ficar a cargo do próprio Chef, mas vale conferir quando fizer a reserva. O restaurante também conta com algumas mesas, mas as vagas são disputadas. – Rua Lisboa, 55, Pinheiros
  4. Kan Suke – Num pequeno espaço dentro de uma galeria, você vai ocupar um lugar no balcão e poderá se sentir como se estivesse realmente no Japão. A cozinha é comandada pelo proprietário Sr. Keisuke Egashira que prepara os sushis preparados de forma magistral. Rua Manoel da Nobrega, 76 – Galeria Ouro Branco – Loja 12 – Paraiso – fone: 11 – 3266-3819
  5. Huto – É a primeira casa do grupo que conta com 3 Unidades, fundadas por Fabio Honda que ainda dirige o restaurante, além do ambiente acolhedor e bem decorado, você poderá optar tanto pelo menu degustação como escolher uma opção à lá carte.

Assista alguns vídeos que pesquisamos para você saber mais sobre as maravilhas da cultura japonesa:

Museu da Imigração Japonesa no Brasil!! O melhor museu de São Paulo – Viagem Juntos – 17:46

Bem-vindos à Japan House São Paulo! – Japan House São Paulo – 01:00

Conheça o Japan House de São Paulo – Role Gratuito – Bota e Mochila- 06:46

Bairro da Liberdade | TV Bunkyo – 30:07

Liberdade- Tourist District of the city of São Paulo – Documento de Viagem – 03:28

Muita coisa pra gente aprender e ser divertir antes de investir numa viagem até o Japão!!

Se quiser saber mais sobre esse e outros temas para as Mulheres 50+ interessadas, conectadas e curiosas:

  • inscreva-se no nosso Canal do Youtube, dê um like e ative o sininho para receber as notificações de novos vídeos!
  • continue acompanhando o nosso site
  • siga nossas páginas no Instagram e Facebook.

Venha participar com a gente da revolução da longevidade, interagindo e sugerindo conteúdos que vocês gostariam de ver em nossos canais!

Um abraço!

Time Estilo 5.0+

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *