Livros e Histórias para lembrar. E não repetir.

Livros e Histórias para Lembrar e Não Repetir

A história está repleta de relatos e biografias de sobreviventes das tragédias humanas, sejam elas de regimes totalitários e cruéis como o nazismo e o fascismo que deixaram marcas na civilização humana. É importante lembrar das tragédias da história para que não se repitam.

Segundo o filósofo George Santayana,

“aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo”.

Em tempos conturbados os livros também costumam ser os nossos melhores amigos. Neles, muitas vezes, encontramos estudos mais aprofundados do que nas redes sociais. A verdade é transparente e pesquisada com afinco por escritores que dedicam sua vida a essa arte.  E nos trazem elucidações preciosas dos momentos da história.

Destacamos dois livros de escritoras premiadas e heroínas que narram a sua trajetória de pesares e sobrevivência. Vale a pena conhecer!

 A Bailarina de Auschwitz – Edith Eger

“Ninguém pode tirar o que você colocar em sua mente”.

Essa frase, Edith Eger ouviu de sua mãe exterminada na câmara de gás em Auschwitz e que a escritora carrega dentro de si.

Edith Eva Eger, nascida em 29 de setembro de 1927, em Kosice, Eslováquia é uma psicóloga que trabalha nos Estados Unidos. Filha de pais judeus húngaros, ela é uma sobrevivente do Holocausto e especialista no tratamento de transtorno de estresse pós-traumático.

É autora do livro A Bailarina de Auschwitz.

Filha de família judia, tinha o sonho de se tornar bailarina. Aos 16 anos foi levada para o campo de concentração de Auschwitz com a família.

Seus pais foram executados imediatamente na câmara de gás. Ela e a irmã sobreviveram. Edith foi encontrada pelos soldados americanos em uma pilha de corpos dados como mortos.

A Bailarina de Auschwitz é a história inspiradora e inesquecível da autora que viveu os horrores da guerra e dançou para Mengele em troca de um pedaço de pão.

Mesmo após tanto sofrimento e humilhação nas mãos dos nazistas, e tendo que lidar com as terríveis lembranças e a culpa, ela escolheu perdoá-los e seguir vivendo com alegria. Já adulta e mãe de família, optou por estudar psicologia.

Sua vida atual é na Califórnia onde trata pacientes com transtorno de estresse pós-traumático e já transformou a vida de veteranos de guerra, mulheres vítimas de violência doméstica e tantos outros que, como ela, precisaram enfrentar a dor e reconstruir a própria vida.

O livro é um relato emocionante de suas memórias. Uma história pungente de resiliência e superação. Ela nos mostra como podemos escapar da pior prisão de todas: a da nossa própria mente em busca da liberdade, independentemente da situação.

Trouxemos para você a entrevista de Edith Eger, vale a pena assistir, se comover e ler o livro

A Bailarina de Auschwitz | Canal Inconsciente Coletivo – 27:57

A Jornada de Luto, Sentimento e Cura | Dra. Edith Eva Eger | TEDxSan Diego – 14:55

Livro: A bailarina de Auschwitz – Edith Eva Eger

Onde comprar:

 

Dois lados da história

A história sempre tem dois lados: neste romance, Herta Muller escritora romeno-alemão narra um episódio pouco conhecido da história recente: a perseguição de Stálin às minorias alemãs na Romênia, enviadas a campos de trabalhos forçados sob a acusação de haver colaborado com Hitler.

O contexto? Final da 2ª. guerra mundial, em 1945. Para a minoria alemã na Romênia é o início de um período de horror e silêncio.

Segundo Stálin, os povos de origem alemã deveriam pagar pelos crimes da guerra e trabalhar na reconstrução da União Soviética.

Nos cinco anos seguintes, por volta de 30 mil saxões residentes na Transilvânia foram deportados para campos de trabalhos forçados.

Os campos caracterizaram-se por condições desumanas e insalubres, e os ex-internos preferiram esquecer o que aconteceu ali.

A narrativa é sobre o jovem gay Leo Auberg, internado num campo soviético.  Ali ele convive com a fome, trabalhos forçados, doenças, solidão e morte.

O livro é o resultado de uma história dolorosa e real, construída com uma escrita altamente poética, seca e pungente.

No vídeo abaixo, conheça da resenha do livro:

Tudo o Que Tenho Levo Comigo – Herta Müller | Ana Luisa Bussular – 8:00

Livro: Tudo o que tenho levo comigo – por Herta Müller

Onde comprar:

Vamos relembrar para não voltar. E sermos gratos pela nossa longevidade saudável e livre!

Quer saber mais sobre Entretenimento? Continue navegando em nosso site, assine nosso Canal no Youtube e siga nossas páginas nas redes sociais Instagram e Facebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.