Mulher, esponja de sentimentos: entendendo os riscos dos excessos de empatia

Entendendo os riscos dos excessos de empatia

Em um mundo complexo e sensível, as mulheres muitas vezes se deparam com o desafio de navegar pelas emoções alheias como verdadeiras esponjas de sentimentos.

E, segundo matéria publicada no “O Globo”, um estudo realizado com mais de 300.000 pessoas em 57 países e publicado na revista PNAS-Proceedings of the National Academy of Sciences, demonstrou que as mulheres são mais empáticas do que os homens.

A capacidade de empatia é admirável e necessária para o relacionamento entre seres humanos, mas também pode se tornar um fardo e um risco a saúde quando não gerenciada de forma consciente.

Neste Blogpost pesquisamos e trouxemos algumas informações de como identificar alguns sinais e características que podem significar estes riscos e sugestões de como transformar a empatia em força.

A Essência da Empatia e a Mulher Esponja

Primeiro vamos entender alguns conceitos.

A empatia é a ponte que nos conecta ao outro, permitindo compreender e compartilhar seus sentimentos. É um dom que nos torna mais humanos e nos permite construir relações profundas e significativas.

A Mulher Esponja, por sua vez, tende ao excesso de empatia porque absorve as emoções alheias como se fossem suas, sem limites e muitas vezes se esquecendo de suas próprias necessidades e sentimentos.

Os riscos à saúde da Mulher Esponja

A sensibilidade exacerbada da Mulher Esponja e o excesso de empatia podem levar ao esgotamento emocional, à perda de identidade, problemas de relacionamento pessoal e profissional, principalmente devido à dificuldade em estabelecer limites saudáveis com a empatia.

Muitas vezes não nos damos conta de que a sensibilidade pela dor do outro e o envolvimento exacerbado podem prejudicar a nossa saúde, mas alguns sinais podem acender o alerta:

  • Tristeza sem motivo aparente: Absorver a tristeza do outro pode te deixar desanimada e sem energia.
  • Raiva desproporcional: Sentir raiva por situações alheias é um sinal de que você está internalizando as emoções do outro.
  • Cansaço constante: A sobrecarga emocional pode te deixar física e mentalmente exausta.
  • Dificuldade em tomar decisões: Perder a clareza mental e a confiança em suas próprias decisões pode ser uma convicção de que você está sobrecarregado pelas emoções alheias.
  • Doenças psicossomáticas: dores de cabeça, insônia e problemas digestivos podem ser consequências do estresse emocional acumulado.
  • Desentendimentos e brigas por qualquer razão.

O autoconhecimento é fundamental para que a pessoa possa ser empática e ajudar outras pessoas sem causar problemas a sua própria saúde. Normalmente o tratamento para quem sofre com o excesso de empatia é feito com terapia.

Transformando a Empatia em Força

A empatia é uma qualidade valiosa e com alguns cuidados você pode garantir que esta capacidade seja um ponto forte para desenvolver e manter relacionamentos saudáveis e não um problema em sua vida:

  • Autoconhecimento: É a base para respeitar seus próprios sentimentos, necessidades e limites.
  • Limites Saudáveis: Aprenda a dizer “não” quando necessário. Priorize seu bem-estar e proteja sua energia emocional, mesmo que em algumas situações seja necessário você se afastar da pessoa.
  • Recarregue suas energias: Pratique atividades que te tragam alegria. Invista em hobbies, meditação, exercícios físicos ou qualquer outra atividade que te faça sentir bem. Afinal não podemos doar o que não temos.
  • Ajuda Profissional: Se sentir-se sobrecarregado, procure ajuda profissional de um psicólogo ou terapeuta.

Se você se considera uma Mulher Esponja, ao se conscientizar dos sinais e tomar medidas para cuidar de si mesma, pode transformar sua empatia em uma força que a impulsiona, ao invés de esgotá-la.

Querer ajudar e ouvir a todos pode ser uma atitude louvável. Mas abrir mão de você o tempo todo pode te levar à exaustão. Pense nisso!

Trouxemos algumas indicações de livros interessantes que poderão ajudá-la a refletir e a colocar limites, sem deixar de amar ou apoiar as pessoas.

O Poder da Empatia

 O poder da empatia: A arte de se colocar no lugar do outro
para transformar o mundo – Roman Krznaric

Um antídoto poderoso para esses tempos de individualismo e uma ferramenta eficaz para uma vida melhor.

A empatia tem o poder de curar relacionamentos desfeitos, derrubar preconceitos, nos fazer pensar em nossas ambições e até mesmo mudar o mundo. Nesse livro, o filósofo e historiador da cultura Roman Krznaric sustenta que, ao contrário do que pensamos, não somos eminentemente autocentrados, pois nosso cérebro é equipado para a conexão social.

Baseado em mais de doze anos de pesquisas em diversos campos do saber, ele nos leva a uma jornada através dos séculos para mostrar por que devemos desenvolver a empatia, ensinando ao mesmo tempo como é simples praticá-la.

onde-comprar


Empatia Assertiva

Empatia assertiva: como ser um líder incisivo sem
perder a humanidade. Kim Scott

Baseado em anos de experiência da autora e escrito com clareza, incluindo sugestões práticas para os leitores, mostra aos gestores como ter sucesso sem perder o lado humano no ambiente corporativo, encontrando um sentido no trabalho e criando um ambiente onde as pessoas vão poder apreciar o que fazem e os colegas. KIM SCOTT é ex-executiva do Google e da Apple, onde trabalhou com uma equipe para criar um curso voltado a ensinar como ser um bom chefe, e, nos últimos anos, ficou famosa por sua nova abordagem à eficiência na chefia, que ela chama de empatia assertiva.

onde-comprar


Se quiser saber mais sobre esse e outros temas para as Mulheres 50+ interessadas, conectadas e curiosas:

  • inscreva-se no nosso Canal do Youtube, dê um like e ative o sininho para receber as notificações de novos vídeos!
  • continue acompanhando o nosso site
  • siga nossas páginas no Instagram e Facebook.

Venha viver a revolução da longevidade com a gente interagindo e sugerindo conteúdos que vocês gostariam de ver em nossos canais!

Um abraço!

Time Estilo 5.0+

Fontes:

https://oglobo.globo.com/saude/ciencia/noticia/2022/12/mulheres-sao-mais-empaticas-que-homens-diz-estudo.ghtml

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2023/01/01/empatia-demais-pode-fazer-mal.htm

https://amenteemaravilhosa.com.br/esponjas-emocionais/ https://psicologassjc.com.br/como-identificar-se-voce-e-uma-esponja-emocional/

https://www.paisefilhos.com.br/familia/sindrome-do-desgaste-por-empatia-entenda-o-problema-e-saiba-se-voce-e-uma-esponja-emocional/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *