Mulheres 50+. Protagonistas de mudanças do passado e do futuro.

Mulheres 50mais

No último Festival de Cinema de Cannes realizado em julho 2021, a beleza das Mulheres 50+ foi a verdadeira protagonista do evento.

Atrizes espetaculares e que já passaram dos 50 anos, apresentaram-se sem retoques, cabelos prateados e pouca maquiagem.

E foram as verdadeiras protagonistas do Festival, contando suas histórias e trajetórias. Quebra de paradigma num encontro que sempre foi ícone da valorização da juventude.

Andie MacDowell, uma das atrizes mais lindas do cinema, agora com 63 anos, surgiu com os longos cabelos grisalhos combinando com o vestido prata Chanel. Deslumbrante!

Mulheres 50+ foram protagonistas de muitas mudanças ao longo dos últimos 50 anos e continuam sendo.

Recentemente, a jornalista Márcia Neder em entrevista para o site Super Bem, contou sobre o seu livro “A Revolução das 7 mulheres” onde o tema é a maturidade.

Para escrever o livro, Marcia Neder entrevistou mulheres “baby boomers”, nascidas entre 1946 e 1964. Mulheres que lutaram e assumiram o seu lugar na sociedade e envelheceram com um certo inconformismo com o mundo que não acompanhou os seus passos.

Alguns destaques da entrevista:

“Ainda há muito preconceito contra a velhice, continuamos invisíveis, perdura uma miopia das empresas em oferecer produtos e serviços para as pessoas maduras que não sejam para a falta de saúde, e o marketing reflete esse equívoco. Mudanças de comportamento na sociedade são muito lentas e com idas e vindas. A luta continua”.

A boa notícia: os jovens passaram a valorizar os maduros.

“Encontro nos jovens que assistem as minhas palestras uma alegria muito grande em ver que a vida não acaba aos 50. A minha geração sempre ouviu que a velhice era uma ruína. Tivemos que descobrir que isso não era verdade só quando chegamos lá. Os jovens hoje convivem com novos e inspiradores exemplos. Isso muda tudo! …Ouvi da minha filha: “Eu quero ser você aos 60”. Eu nunca disse isso para minha mãe”.

E quais suas recomendações para as próximas gerações?

  1. Homens e mulheres são equivalentes.
  2. A mãe é fundamental na criação de homens que não se acham donos das mulheres.
  3. Sejam independentes, respeitosos e éticos.
  4. Tenham compaixão e sejam gentis.

“A idade traz uma liberdade que os jovens não têm ideia que existe. Faço só aquilo que eu quero. Não devo nada a ninguém”.

A maturidade nos traz a liberdade da escolha.

E a nossa história de conquistas e desafios é legado para as próximas gerações de mulheres que irão continuar a nossa luta.

Ainda há muito o que fazer:  vencer a invisibilidade, o preconceito da idade, da cor, da opção sexual. Alcançar espaço e salário justo nas empresas, conter a violência na sociedade e no ambiente doméstico, dentre outras.

E a própria comunidade aceitar a mudança física da mulher que vem com a maturidade: que sejam os cabelos grisalhos ou brancos, linhas de expressão e rugas, dores e alguns “detalhes” e marcas, o envelhecimento natural x envelhecimento com muitos procedimentos.

Recentemente, a atriz Meg Ryan foi duramente criticada pela imprensa inglesa por se apresentar em público naturalmente envelhecida nos seus 61 anos, com cabelos grisalhos e rugas aparentes, ao que ela respondeu:

“se você não é capaz de envelhecer de uma forma que agrade a imprensa, então não saia de casa”.

O contrário aconteceu com Madonna, pelo excesso de procedimentos estéticos que mudou totalmente a sua aparência.

Enfim, com muitos procedimentos, poucos ou nenhum, a mulher madura construiu uma trajetória de sucesso à custa de muito trabalho e é referência para as novas gerações que esperamos que amadureçam sem tantas preocupações com a beleza externa: o ser ao invés do ter.

O “Anti-aging mudou para Pró-aging”. “Wellness” – bem-estar – é a nova bandeira da mulher madura segura e independente.

O envelhecimento de mulheres continua sendo motivo de preconceito.

Não se permite envelhecer na aparência, independentemente da profissão, contribuição para qualquer área da sociedade ou seu nível de

visibilidade.

Todas as mulheres recebem comentários negativos quando os primeiros fios brancos de cabelo aparecem ou quando as rugas da pele se tornam mais visíveis, o que colabora para que o envelhecimento em si seja tratado de maneira negativa.

Nós da Estilo 5.0+ acreditamos que o Wellness, o bem-estar, sentir-se bem, ter uma vida saudável, com prática de exercícios, alimentação saudável, bons relacionamentos interpessoais e um sentido para a vida pode quebrar o preconceito e levar o olhar para o que a Mulher Madura é o que ela pensa. É o que realmente importa.

E você? O que acha? Compartilhe com a gente.

Se quiser saber mais sobre esse e outros temas para as Mulheres 50+ interessadas, conectadas e curiosas:

  • inscreva-se no nosso Canal do Youtube, dê um like e ative o sininho para receber as notificações de novos vídeos!
  • continue acompanhando o nosso site
  • siga nossas páginas no Instagram e Facebook.

Venha viver a revolução da longevidade com a gente interagindo e sugerindo conteúdos que vocês gostariam de ver em nossos canais!

Um abraço!

Time Estilo 5.0+

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *